Sylvester and Tweety in Cagey Capers (Sega Mega Drive)

Voltando às rapidinhas da Mega Drive, o jogo que cá trago hoje até que é algo original nas suas ideias e jogabilidade. Certamente que todos nos lembramos dos desenhos animados dos Looney Tunes e de todas as aventuras das suas personagens. O típico cenário de “gato e rato” estava aqui também representado, não só com o gato Sylvester e o rato Speedy Gonzalez, mas também com o passarinho Tweety. Neste jogo encarnamos o papel de Sylvester, que tem de perseguir e apanhar o Tweety através de uma série de cenários. O meu exemplar veio da Cash Converters de Alfragide, algures no ano passado, tendo-me custado uns 7€ se bem me recordo.

Jogo com caixa e manuais

Ao longo do jogo iremos percorrer diferentes níveis onde o objectivo é sempre o mesmo: apanhar o Tweety! O irritante pássaro amarelo fofinho começa por estar sempre na mesma posição, mudando de sítio sempre que o Sylvester se aproxima, até chegar a um beco sem saída, ficando finalmente indefeso. Para isso teremos de ultrapassar alguns obstáculos, evitar inimigos como a velhota, o cão ou o gato de rua e rival do Sylvester, ou mesmo juntar e empilhar alguns objectos para conseguir alcançar alguns locais de outra forma inacessíveis. Temos algum platforming pela frente e vários power-ups para nos ajudar, desde comida de gato que restabelece alguma vida ao Sylvester, relógios que nos dão mais tempo para terminar o nível, armas que nos permitem derrotar temporariamente os inimigos que nos perseguem, ou itens como Pogo-Sticks ou guarda-chuvas que nos ajudam no platforming. Também nos podemos esconder de quem nos persegue, o que é uma adição interessante ao jogo.

Aqui tanto podemos perseguir como ser perseguidos, podendo também esconder-nos em vários locais.

Do ponto de vista técnico, este é um jogo muito interessante, com cenários bem detalhados e gráficos coloridos. Os níveis vão sendo variados, começando pela casa da velhinha, as traseiras, no bairro, em comboios ou navios, ou mesmo num laboratório, onde os papéis se invertem temporariamente, com Tweety a assumir uma forma monstruosa e perseguir o Sylvester. As animações também são muito boas, assim como as músicas que possuem na sua maioria ritmos e melodias jazz, o que me surpreendeu bastante.

Anúncios

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em Mega Drive, SEGA com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s