Soccer (Nintendo Gameboy)

Voltando às rapidinhas, hoje trago cá mais um jogo desportivo que apenas comprei porque me custou meros cêntimos, numa das minhas idas à feira da Vandoma no Porto. Quando olhei para ele, não sei porquê mas fiquei com a sensação que seria um jogo da série Striker, da Rage Software, série essa que já levou com jogos com nomes completamente distintos uns dos outros e pensei que este Soccer seria mais um. Na verdade é um jogo desenvolvido pela Rage Software, mas a única ligação à série Striker que encontrei está no seu nome japonês, World Cup Striker.

Apenas o cartucho

Este é mais um jogo onde temos à disposição várias selecções nacionais e podemos participar em diferentes modos de jogo, desde practicar penalties, passando por partidas amigáveis e 3 diferentes tipos de competições. Aí podemos jogar em pequenas ligas/campeonatos, torneios meramente por eliminatórias, ou um torneio à semelhança do Taça do Mundo, com fase de grupos e depois eliminatórias. Pelo meio podemos também mexer numa série de opções, como alterar a formação da equipa e/ou sua estratégia.

Graficamente não é nada de excitante, mas o que as imagens não mostram é o slowdown que o jogo vai tendo

Os controlos são aparentemente simples, com apenas 2 botões que servem para passar ou rematar quando na posse de bola, e tentar roubar a bola ao adversário, seja por encosto de ombro ou carrinho. Mas sinceramente na práctica não me consegui orientar bem com o jogo, seja pelo aftertouch que estes jogos habitualmente tinham, ou seja, permitir controlar ligeiramente a trajectória da bola com o d-pad, depois de a mesma ser rematada. Mas o que me incomodou mais foi mesmo a fraca performance técnica do jogo, com o mesmo a sofrer vários slowdowns bem notórios e que não ajudam em nada.

As músicas são practicamente inexistentes quando fora dos menus ou ecrã título, os efeitos sonoros não são nada do outro mundo e os gráficos… bom, sinceramente esses são muito maus. É verdade que estamos a falar de uma Gameboy, um sistema altamente limitado tecnicamente, mas para além dos maus gráficos se ainda temos bastantes quebras de framerate, então aí algo não está muito bem. Em suma, este Soccer (que nome tão original) não é um dos jogos mais memoráveis da biblioteca da Gameboy…

Anúncios

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em Gameboy, Nintendo com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s