Fatal Fury (Sega Mega Drive)

20737_frontPor norma não costumo comprar cartuchos soltos para consolas como a Master System ou a Mega Drive a menos que seja algum jogo raro/caro e o cartucho apareceu a um preço convidativo, ou quando é um jogo que quero mesmo ter na colecção e o cartucho aparece barato o suficiente. Pelo menos assim já dá para jogar! Foi o que aconteceu com este Fatal Fury, um dos primeiros clones de Street Fighter II e o jogo que iniciou toda aquela rivalidade saudável entre a Capcom e a SNK que nos serviu para trazer imensas pérolas vindas dos dois lados. Este meu exemplar veio da cash converters de Alfragide por cerca de 3€, algures neste Verão passado. EDIT: Recentemente comprei uma caixa solta deste jogo, pelo que pelo menos já o tenho com a caixa. Segue foto actualizada:

Jogo em caixa. Sempre gostei desta artwork.

Fatal Fury deu início ao torneio “King of Fighters” que mais tarde viria a ser recordado noutra série, e tem algumas peculiaridades muito interessantes. A primeira é, se jogarmos sozinhos, apenas podemos escolher uma de três personagens: os irmãos Terry e Andy Bogard, ou o seu amigo Joe Higashi. Porquê? Porque esta é uma história de vingança, principalmente pelos irmãos Boggard, pois entram no torneio com o objectivo de se vingarem de Geese Howard, poderoso mafioso que está por detrás do torneio e assassinou o seu pai uns 10 anos antes. Iremos então percorrer uma série de combates, até chegarmos aos guarda-costas de Geese e ao vilão propriamente dito no final.

Hoje em dia é um pouco estranho um jogo de luta onde só podemos escolher uma de 3 personagens.

Hoje em dia é um pouco estranho um jogo de luta onde só podemos escolher uma de 3 personagens.

Se quisermos jogar com 2 jogadores, então poderemos jogar com as outras personagens do jogo. Se bem me recordo, isto não acontecia na versão original arcade, onde estaríamos sempre presos às 3 personagens principais. Esta foi portanto uma das mudanças trazidas na versão Mega Drive. Depois a jogabilidade também é um pouco diferente do que o Street Fighter II nos introduziu. Dispomos apenas de um botão para socos, outro para pontapés e um outro para agarrar e atirar o adversário. Mas há uma peculiaridade, na medida em que podemos alternar entre 2 planos de jogo, dando-lhe assim alguma liberdade extra de movimentos. A versão SNES deste Fatal Fury descartou esta mecânica de jogo, mas está aqui presente, tal como na original.

O elenco de personagens até é interessante, cada qual com golpes bastante distintos entre si.

O elenco de personagens até é interessante, cada qual com golpes bastante distintos entre si.

No entanto esta versão Mega Drive possui algumas outras diferenças notáveis. Personagens como Hwa Jai ou o notável Billy Kane estão completamente desaparecidas desta versão. Para os substituir temos a oportunidade de de lutar contra os nossos 2 aliados, dependendo da personagem que escolhemos no início. Outra diferença está nos mini jogos. A versão arcade, em cada 2 combates apresentava-nos um mini-jogo onde teríamos de ganhar um duelo de braço de ferro, obrigando-nos a carregar ferozmente num dos botões. Aqui na Mega Drive esses segmentos de bónus também desapareceram. Sinceramente não que me façam muita diferença, mas é uma pena que tenham sido retirados.

De resto a jogabilidade parece-me bem sólida nesta conversão, não que eu seja um entendido na matéria. Graficamente tiveram de ser feitos alguns sacrifícios, mas ainda assim acho que as personagens estão bem detalhadas e animadas, e o mesmo pode ser dito das arenas, com as paisagens a mudar um pouco entre cada round. Para além disso, aqui há uma compentente de história mais elaborada, pois entre cada combate temos uma pequena cutscene de Geese a comentar os nossos feitos e a ficar cada vez mais irritado com a nossa progressão no torneio. As músicas também são agradáveis, embora as originais de arcade também tenham mais qualidade.

Acho estas imagens entre cada combate bem mais interessantes do que as do Street Fighter II

Acho estas imagens entre cada combate bem mais interessantes do que as do Street Fighter II

E pronto, Fatal Fury é isto. Na verdade é um pouco redutor apelidá-lo de clone de Street Fighter II por várias razões. Por uma, porque estava a ser desenvolvido ao mesmo tempo que Street Fighter II. Por outra, porque um dos seus desenvolvedores era um dos criadores do Street Fighter original, que entretanto tinha saído da Capcom e ingressado na SNK. De certa forma ambos os jogos vão buscar as suas inspirações ao primeiro Street Fighter, e neste Fatal Fury houve muita coisa que saiu completamente diferente do que Street Fighter II. O facto de podermos jogar apenas com 3 personagens, ou as lutas entre 2 planos distintos. A versão arcade possui ainda um modo multiplayer cooperativo, onde 2 jogadores unem forças para defrontar os adversários. Aqui o multiplayer na versão Mega Drive é mais tradicional, como já referido acima.

Anúncios

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em Mega Drive, SEGA com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a Fatal Fury (Sega Mega Drive)

  1. Pingback: Fatal Fury Battle Archives Volume 1 (Sony Playstation 2) | GreenHillsZone

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s