Hudson Hawk (ZX Spectrum)

Hudson HawkHoje é dia para mais uma rapidinha, agora para mais um dos jogos do velhinho ZX Spectrum que acabei por encontrar, numa da minhas idas à feira da Ladra em Lisboa, algures durante o mês de Maio. Este Hudson Hawk, assim como a esmagadora maioria dos videojogos desenvolvidos pela mítica Ocean, é mais uma adaptação de um filme, de mesmo nome do jogo, com a participação de Bruce Willis. Sinceramente não conhecia o filme de lado nenhum, mas ao preço que foi, tendo em conta que é um jogo 100% original e confiando na Ocean acabei por trazê-lo. Este exemplar ficou-me a menos de 2€.

Hudson Hawk - ZX Spectrum

Jogo completo com caixa, manual e saquinho protector da cassete.

Pelo que entendi rapidamente do IMDB e pelo que fui vendo ao longo do jogo também, o filme Hudson Hawk centra-se na personagem de mesmo nome, interpretada por Bruce Willis e que é um notório ladrão que tinha acabado de sair da prisão. Entretanto coisas acontecem e Hudson Hawk terá de fazer mais um importante assalto a um museu, para roubar o Da Vinci Codex, onde acabamos por nos envolver em teorias da conspiração, sociadades secretas e afins. O jogo, tal como muitos da Ocean dessa época, acaba por ser um jogo de plataformas. E como jogo de plataformas até que nem é mau de todo.

Apesar de simples, graficamente é um jogo que tira bom partido das poucas cores que o ZX Spectrum pode apresentar em simultâneo

Apesar de simples, graficamente é um jogo que tira bom partido das poucas cores que o ZX Spectrum pode apresentar em simultâneo

É um jogo de plataformas bem razoável, onde iremos atravessar diferentes locais, evitando alguns inimigos que por sua vez podem ser atacados ao atirar-lhes com umas bolas em cima. Existem também alguns elementos de puzzle, onde em algumas alturas teremos de arrastar caixas de um lado para o outro de forma a poder alacançar locais previamente inacessíveis. Existe uma barra de vida bem grandinha, o que acaba por ser algo generosa na quantidade de dano que podemos receber antes de perder uma vida, mas a mesma não é regenerada ao longo dos vários stages no mesmo nível, pelo que chega a uma altura em que teremos de ter mais algum cuidado adicional para não sofrer dano em demasia.

É certo que o ZX Spectrum 48K é um micro computador bem modesto tecnicamente, sendo impossível apresentar muitas cores em simultâneo no ecrã. No entanto a Ocean deu bem a volta à questão, com as poucas cores disponíveis a serem bem distribuídas nos cenários, resultando num jogo graficamente bem clean. Para os donos das variantes 128K poderão ouvir algumas chiptunes bem agradáveis.

Existem vários inimigos que teremos de defrontar, os mais chatos são uns que nos sobrevoam de balão

Existem vários inimigos que teremos de defrontar, os mais chatos são uns que nos sobrevoam de balão

No fim de contas, apesar do Hudson Hawk não ser um filme lá muito conhecido e o videojogo muito menos, acho que a Ocean fez um bom trabalho ao apresentar um videojogo de plataformas tecnicamente bem competente e com uma jogabilidade também aceitável.

Anúncios

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em ZX Spectrum com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s