Xenophage (PC)

Não é segredo nenhum que sempre fui um grande fã da Apogee. Joguei grande parte dos seus jogos DOS no meu velhinho Pentium e passava tardes a ler o seu catálogo de jogos no executável CATALOG.EXE, imaginando o quão fantásticos poderiam ser esses jogos só pela sua descrição. Nessa altura eu também tinha um gosto especial por tudo o que fossem videojogos sangrentos, fossem FPS como o Doom, jogos de luta como Mortal Kombat ou corridas como o Carmageddon. E este Xenophage tinha-me chamado à atenção precisamente por isso, por ser um fighter violento, uma espécie de clone de Mortal Kombat, como surgiram muitos na época. Mas nem todos os jogos da Apogee são bons e não é por acaso que este Xenophage acabou por ser descontinuado bem rapidamente… Felizmente quando comprei a 3D Realms Anthology no Steam veio este jogo de oferta, como forma de recompensar a falta dos Commander Keen e Wolfenstein 3D devido aos mesmos já estarem disponíveis nessa plataforma através da id software.

XenophageA história é simples e se calhar um pouco cliché pois coloca a humanidade num torneio organizado por deuses, de forma a defender a existência da sua civilização, em conjunto com criaturas de outros planetas que também participam com o mesmo intuito. E para isso foram escolhidos 2 personagens perfeitamente ao acaso para defender a Terra, como o lenhador Nick e a executiva Selena, com a sua camisinha e mini-saia. Os outros planetas tiveram direito a uma única personagem, sendo todos criaturas bizarras, o que sinceramente até me agradou precisamente pela diferença.

Alguns aliens também não são lá muito bonitos, mas os humanos batem todos os recordes

Alguns aliens também não são lá muito bonitos, mas os humanos batem todos os recordes

E logo pela cutscene inicial que explica essa história nos apercebemos que se calhar este Xenophage não é grande espingarda. Isto porque apresenta umas CGIs muito, mas muito más mesmo. Poderíamos dizer que em 1995/1996 a tecnologia ainda não permitia grandes coisas neste campo, mas até o D da Sega Saturn acaba por fazer um melhor trabalho neste campo… e olhem que as cutscenes do D são mázinhas! Infelizmente na jogabilidade pura e dura as coisas não melhoram muito, com o jogo a ter um framerate nada estável e fluído, o que corta logo a pica toda. Para além disso, apesar de o jogo possuir um sistema de combos, as mesmas não são lá muito fáceis de executar. De resto, e como bom clone de Mortal Kombat que é, também temos as fatalities que aqui se chamam de Meat e sinceramente não têm o mesmo carisma das originais. Fora isso, e tal como Mortal Kombat, cada murro dá para jorrar 3 litros de sangue, embora o nível de violência possa ser regulado nas opções.

As fatalities geralmente resultam na decapitação do adversário. Mas ainda deixa ali uns glitchs...

As fatalities geralmente resultam na decapitação do adversário. Mas ainda deixa ali uns glitchs…

Graficamente é um jogo com os seus altos e baixos. Se por um lado o design da maioria das criaturas possa ser aceitável, o dos humanos mete dó de tão mau que é. E usam sprites pré-renderizadas ao estilo do Donkey Kong Country que neste caso também não resulta lá muito bem. Os backgrounds lá acabam por ser mais bem detalhados e se calhar salvam um pouco este campo. Já as músicas são outra desilusão. Apesar da banda sonora estar cheia de guitarradas como eu bem gosto, as músicas acabam mesmo por ser muito desinspiradas.

No fim de contas, para mim este Xenophage acabou mesmo por ser um tiro ao lado. A Apogee tem muitos bons jogos no seu catálogo, quer produzidos ou apenas publicados pela mesma. Mas também tem algumas ovelhas negras e este Xenophage é certamente uma delas.

Advertisements

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em PC com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s