Mario Kart Wii (Nintendo Wii)

Mario Kart WiiVamos lá para mais uma rapidinha, desta vez voltando à Nintendo Wii que tem sido algo ignorada nos últimos meses. E vocês devem estar a exclamar: “uma rapidinha num Mario Kart? uma série que tem sido sempre tão divertida e viciante?”. E não deixam de ter razão, mas sinceramente não foi um jogo com o qual eu perdi assim tanto tempo, e muito menos no multiplayer que tenho sempre outras prioridades e outros jogos para abater no backlog. E na verdade este nem era um jogo que eu fazia questão em ter, mas quando o vi, naquela sleeve de cartão do pack que vinha com a consola na Feira da Ladra por 50 cêntimos eu não pude dizer que não. O “volante” veio de um outro negócio à parte também na feira da Ladra, mas uns meses antes. Tinha vindo num bundle com 2 wiimotes e nunchucks oficiais que levei também por um bom preço.

Mario Kart Wii - Nintendo Wii

Jogo em caixa de cartão, originalmente de bundle com a consola mais o acessório volante

E o que traz de novo este Mario Kart para além os motion controls que a Wii nos introduziu? Bom, para além de termos várias novas pistas (e muitas antigas também), vários modos de jogo com multiplayer online (até que enfim Nintendo!), 12 concorrentes em pista ao contrário dos habituais 8, podemos também conduzir motos, para além dos tradicionais karts. Como sempre temos vários modos de jogo para experimentar, mas para aqueles que preferem jogar sozinhos no conforto do seu sofá o foco vai sempre para o Grand Prix Mode, onde podemos participar em diversos campeonatos de 4 pistas com 3 voltas cada, em diferentes categorias de cilindrada. Para além das habituais Mushroom, Flower, Star e Special Cups, poderemos depois jogar as Shell, Banana, Leaf e Lightning, contendo circuitos dos Mario Kart anteriores. É sempre bom ver algumas pistas conhecias do MK64 com uns visuais renovados. Para além desse modo campeonato temos o Time Trial cujo objectivo passa por fazermos o melhor tempo possível e por fim os Versus e Battle, que podem ser jogados sozinhos, em multiplayer local ou online. O primeiro é um modo de corridas onde as mesmas podem ser customizadas e por fim o battle é uma espécie de deathmatch – mas com karts!

screenshot

Mesmo no single player há muito conteúdo para explorar

A nível dos controlos este Mario Kart oferece-nos imensas opções: tanto podemos usar o wiimote deitado, ou o wiimonte e nunchuck, o bloco de plástico na forma de volante ou, felizmente, ambas as versões dos Classic Controller ou o fiel comando da Gamecube, algo que sinceramente prefiro sempre que seja possível utilizá-lo num jogo de Wii. Os Classic Controllers não são maus, mas precisam do Wiimote para serem “ligados” à Wii e não acho piada nenhuma. Mas cheguei a experimentar um pouco esses setups que exigem os controlos por movimento e sinceramente prefiro de longe a precisão do analócigo da Gamecube. Outra coisa que infelizmente não cheguei sequer a experimentar foi mesmo o modo online que já tinha sido descontinuado algures no ano passado. É capaz de haver alguns servidores piratas, mas não explorei muito isso. De resto, e apesar de não ser um jogo que eu passe muito tempo a jogar, é inegável que possui uma jogabilidade bem divertida em especial no multiplayer local, com os vários itens que poderemos usar para criar o caos na pista.

screenshot

Cada personagem tem vários tipos de veículos para escolher, cada um com as suas características

Graficamente falando este é um jogo competente. Os circuitos são bastante coloridos e bem detalhados tendo em conta as limitações de uma Wii. Todos os circuitos são naturalmente inspirados em pequenos mundos ou locais dos jogos das personagens da Nintendo que por cá passam, gosto especialmente daqueles circuitos repletos de obstáculos, como os circuitos inspirados no castelo de Bowser, onde temos lava por todo o lado e aqueles blocos chatos a atrapalharem-nos o caminho. As músicas são o típico da Nintendo, bastante agradáveis e inspiradas nos vários jogos e localidades ali representadas. Só não gosto é dos “barulhos” em demasia que as nossas personagens vão fazendo ao longo das corridas. São demasiados “aha!”, “yupiii”, “ooooh” a serem debitados por minuto para o meu gosto.

screenshot

Os powerups podem lançar o caos na pista, em especial a blue shell que não deixa ninguém seguro!

Mas pronto, Mario Kart Wii não deixa de um jogo bem divertido como é habitual nesta série, em especial quando é jogado com um grupo de amigos, o que infelizmente nem sempre acontece por estas bandas. É que ninguém gosta do Wiimote e não tenho comandos de GC para toda a gente…

Anúncios

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em Nintendo, Wii. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s