Streets of Rage (Sega Master System)

Streets of Rage Master SystemFazer uma análise a um port 8bit de um dos maiores clássicos da Mega Drive tem o que se lhe diga, pois um dia que venha a possuir o jogo original a sua análise já será um pouco menos detalhada. Ainda assim acho que a conversão para a Master System tem o seu mérito, por ter sido muito bem conseguida tecnicamente, na minha opinião. A série Streets of Rage surgiu durante o ano de 1990, com a SEGA a capitalizar sobre o grande sucesso que jogos como Double Dragon ou Final Fight tinham feito nas arcades. A Sega antecipou-se assim à Capcom com a conversão do Final Fight para SNES, lançando este jogo na Mega Drive em primeiro lugar. Infelizmente, a versão Sega Master System deste Streets of Rage apenas chegou às lojas já no ano de 1993. A minha cópia do jogo chegou-me às mãos por volta de 2005, onde me custou uns 7.5€ num leilão no Miau.pt. Está completa e em bom estado.

Streets of Rage - Sega Master System

Jogo completo com caixa e manuais

A história é o cliché do costume. Um enorme gangue de criminosos toma de assalto uma grande metrópole norte-americana, tornando a cidade bastante insegura para todos os seus cidadãos. Um grupo de jovens polícias fartaram-se da situação e decidem fazer justiça pelas suas próprias mãos, distribuindo pancada por todos os bandidos que encontrarem pela frente, desde o “soldado raso”, até ao kingpin lá do sítio. Pode ser um cliché, mas a verdade é que nestes jogos o que um gajo quer é encher a bandidagem de pancada, o resto é bónus. Os polícias que podemos jogar são Axel Stone, Adam Hunter, ou a menina Blaze Fielding, cada um com as suas peculiaridades, com Blaze ser mais fraca porém mais ágil, Adam mais forte e lento, e Axel como uma personagem “all around“.

Screenshot

Antes do ecrã título também existe uma “cutscene” toda fancy como no original

Antes do Streets of Rage ter sido lançado para a Master System, a Game Gear recebeu também uma conversão. Ao contrário de practicamente todos os outros jogos que existem tanto para a Master System como a Game Gear que têm muito poucas diferenças entre si, devido ao hardware das 2 plataformas  ser muito semelhante, estes Streets of Rage são uma excepção. Na versão Game Gear, para além dos gráficos serem diferentes, a jogabilidade foi modificada, com as personagens a perderem alguns golpes, o Adam não pode ser seleccionado e como seria de esperar não existe nenhum modo multiplayer. A versão Master System inclui todos os 3 personagens e os seus combos na totalidade, mas infelizmente também não incluiu nenhum modo multiplayer. A jogabilidade, apesar de herdar todos os combos  do parente 16bit da Mega Drive, não é das melhores infelizmente. Existem alguns bugs de detecção de colisões, especialmente quando o jogador agarra numa arma. A dificuldade do jogo também é muito maior na versão 8bit, na minha opinião, por culpa também destes problemas. O botão de ataque especial, na falta de mais botões no comando, acabou por ser o botão de pausa da Master System, cujo sempre foi bastante incomodativo, mas é o que há.

screenshot

Ecrã de escolha da personagem com que queremos jogar, notem as diferenças

Visualmente a conversão para a Master System está muito competente. É certo que as sprites das personagens e objectos no geral estão muito mais pequenas e com menos detalhe do que a versão Mega Drive, é perfeitamente normal, embora os bosses continuem com sprites bem grandinhas e que pouco ficam a dever às suas incarnações originais. Mas os cenários variados e as cores garridas do original também estão aqui presentes. Logo no icónico primeiro nível, com todas as lojas repletas de letreiros de neon coloridos, dá para perceber que foi feito um enorme esforço por parte da Sega na conversão deste jogo. Ao contrário da versão Game Gear, que naturalmente corre a uma resolução inferior, esta apresenta um maior detalhe e número de objectos nos níveis, para além de ter os 8 níveis originais, ao contrário dos 6 da Game Gear. As músicas são remixes das originais do Yuzo Koshiro para a versão da Mega Drive, embora a qualidade do chip de som da Master System deixe muito a desejar neste aspecto.

screenshot

Sempre achei piada ao ataque especial. E com o carro do E-Swat!

Ainda assim, mesmo com as suas falhas, acho o Streets of Rage para a Sega Master System uma conversão muito boa, tendo capturado todo o “charme” do original da Mega Drive num sistema nitidamente inferior. Óbvio que a versão de 16bit continua a ser a melhor escolha, mas a Master System tem uma conversão muito bem conseguida. A Master System viria também a receber uma conversão do Streets of Rage 2 mais tarde, embora não seja tão fiel ao original.

Anúncios

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em Master System, SEGA. ligação permanente.

4 respostas a Streets of Rage (Sega Master System)

  1. Phelipe diz:

    Olá, ótimo review!
    Eu adoro o ”Streets of Rage” e ”Streets of Rage 2” para o Master System e Mega Drive. Eu adorei as mudanças feitas no último para o Master System (o mesmo aconteceu a versão do Game Gear).

    • cyberquake diz:

      Olá Phelipe, obrigado pelas palavras!
      Nunca cheguei a ter o Streets 2 para MS ou GG, mas lembro-me um pouco de o ter jogado em emulador. Não me pareceu uma conversão tão boa assim…

      • Phelipe diz:

        Entendo. Quase todo mundo pensa assim. Eles gostam mais do ”Streets of Rage 2” para Game Gear. Eu até gosto, mas não me empolgou tanto quanto a versão de Mega Drive e Master System. Não se pode exigir muito de um console de 8 bits dos anos 80, por isso achei uma conversão milagrosa.

  2. Pingback: Streets of Rage (Sega Mega Drive) | GreenHillsZone

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s